MEDIA CENTER

Polícia Marítima resgata 27 migrantes e auxilia mais 63 na Grécia

9 NOV 2019 13:11

A equipa da Polícia Marítima em missão na Grécia resgatou hoje 27 migrantes e auxiliou mais 63 que tentavam chegar à Grécia vindos da Turquia a bordo de dois botes.

A primeira ação ocorreu pelas 02h36 da madrugada, quando a equipa da Polícia Marítima a bordo da embarcação "ARADE" recebeu a indicação de que se encontrava um bote a cerca de 5km de Tsonia, Grécia.

A Polícia Marítima deslocou-se de imediato para o local, tendo detetado e intercetado um bote com 27 migrantes a bordo, dos quais três crianças (uma recém nascida), oito mulheres e 16 homens.

Por questões de segurança os migrantes foram todos transferidos para a embarcação da Polícia Marítima, tendo sido posteriormente desembarcados no porto de Tsonia e entregues às autoridades gregas.

A segunda ação decorreu pelas 06h09, após nova informação recebida pela equipa da Polícia Marítima a bordo da embarcação "ARADE" de que se encontraria um bote a navegar a cerca de 3km a Este do Cabo Karokas.

A equipa da Polícia Marítima deslocou-se de imediato para o local, tendo detetado um bote com 63 migrantes, dos quais 32 crianças, 14 mulheres e 17 homens.

A Polícia Marítima efetuou o acompanhamento deste bote até ao porto de Skala Skamineas quando, a cerca de 100 metros do porto, o bote ficou sem combustível, tendo sido posteriormente rebocado por uma embarcação de uma Organização Não-Governamental (ONG) até ao interior do referido porto.

Os migrantes foram depois desembarcados em segurança e entregues às autoridades gregas.

Desde 2014, quando iniciou a participação na missão POSEIDON, na Grécia, a Polícia Marítima já resgatou 6 568 migrantes.

A Polícia Marítima encontra-se integrada na operação POSEIDON, sob égide da agência europeia FRONTEX e em apoio à Guarda Costeira grega, com o objetivo de controlar e vigiar as fronteiras marítimas gregas e externas da União Europeia, no combate ao crime transfronteiriço, no âmbito das funções de guarda costeira europeia.

NO MAR, MAIS ALÉM, POR BEM