Polícia Marítima

2º Comandante-geral

Contra-almirante Fernando Jorge Ferreira Seuanes

2º Comandante-g​eral da Polícia Marítima​

Contra-almirante Fernando Jorge Ferreira Seuanes

O  contra-almirante Fernando Jorge Ferreira Seuanes nasceu em Moçambique, a 22 de outubro de 1962. Ingressou na Escola Naval em 1980, tendo concluído a licenciatura em Ciências Militares Navais em 1985. Está habilitado com o Curso de Especialização de Oficiais em Artilharia e com o Curso de Piloto de Helicópteros.

Após a promoção a Guarda-marinha, desempenhou funções de oficial de guarnição a bordo das corvetas N.R.P. “Pereira D’Eça e N.R.P. “Afonso Cerqueira” e de Instrutor na Escola de Artilharia Naval.

Após a conclusão da especialização em piloto de Helicópteros desempenhou funções de Piloto de Helicópteros na Força Aérea Portuguesa.

Entre 1994 a 1998, esteve embarcado nas fragatas da classe “Vasco da Gama”. Tendo desempenhado as funções de Comandante de Destacamento e Staff Aviation Officer para a COMSTANAVFORLANT e posteriormente para o Comandante de Task-Group Portuguesa durante a operação de evacuação na Guiné em 1998.

De março de 1998 a outubro de 2000 desempenhou o cargo de 2º Comandante da Esquadrilha de Helicópteros.

De outubro de 2000 a fevereiro de 2002 comandou o N.R.P. “João Coutinho”.

No período de fevereiro de 2002, a março de 2004, desempenhou as funções de Assistente Militar do Commander-in-Chief South Atlantic.

Em março de 2004 foi convidado para exercer funções de adjunto de Marinha no Gabinete do Chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA), cargo que exerceu até outubro de 2006.

De outubro de 2006 a outubro de 2009 prestou serviço no Comando marítimo da NATO, MCC Northwood, na divisão de Plans and Policy.

Em outubro de 2009 assumiu o comando da Unidade de Apoio às Instalações Centrais de Marinha. Em 2013 concluiu o curso de Promoção a Oficial General, tendo sido colocado no IESM como Coordenador da Área de Ensino Específico de Marinha e posteriormente como Coordenador da Área de Operações.

Foi promovido a Oficial General em 09 de dezembro de 2015 assumindo as funções de Comandante da Zona Marítima dos Açores e Chefe de Departamento Marítimo dos Açores.

De junho de 2016 a junho de 2018 exerceu as funções de Comandante do Apoio Geral do Estado-Maior-General das Forças Armadas.

Em 20 de junho de 2018 assumiu as atuais funções de Subdiretor-geral da Autoridade Marítima e, por inerência, 2º Comandante-geral da Polícia Marítima.

É casado em segundas núpcias e tem duas filhas e dois enteados.