MEDIA CENTER

Missão da Polícia Marítima na Grécia prolonga-se até 31 de janeiro de 2019

30 OUT 2018 16:10

A missão da Polícia Marítima na Grécia, sob égide da agência europeia FRONTEX e em apoio à guarda-costeira grega, será prolongada até ao dia 31 de janeiro de 2019.

​A equipa portuguesa encontra-se integrada na operação POSEIDON desde o dia 01 de maio de 2017, com o objetivo de controlar e vigiar as fronteiras marítimas gregas e externas da União Europeia, no combate ao crime transfronteiriço, no âmbito das funções de guarda-costeira europeia, tendo salvo desde o dia 01 de maio de 2017 até hoje 1658 migrantes.

Na missão POSEIDON, na qual participa desde 2014, a Polícia Marítima já apoiou e salvou um total de 4814 migrantes que tentam entrar na Europa através do Mar Egeu, entre a Turquia e a Grécia.

No domingo, dia 28 de outubro, partiu para a ilha de Lesbos, na Grécia, por um período de dois meses, uma nova equipa de oito elementos, constituída por seis agente da Polícia Marítima que irão controlar e vigiar as fronteiras e dois militares da Marinha que irão dar apoio à manutenção dos equipamentos e meios empenhados na operação POSEIDON.