MEDIA CENTER

Autoridade Marítima Nacional coordena resgate de corpo de mergulhador na Ilha de São Miguel

16 JUN 2018 12:06

Foi recuperado, na manhã do dia 15 de junho, o corpo de um mergulhador de nacionalidade portuguesa, na zona da Maia, concelho da Ribeira Grande, na costa norte da Ilha de São Miguel, que alegadamente praticava caça submarina.

O mergulhador, de 34 anos,  morador na zona da Maia, estava desaparecido desde o final do dia 14 de junho, depois de ter ido mergulhar sozinho, embora só na manhã seguinte tenha sido dado o alerta por familiares, tendo-se iniciado, de imediato, as buscas no mar.

Nas buscas, coordenadas pelo Capitão do Porto de Ponta Delgada, estiveram envolvidas duas motas de água de salvamento, uma da Estação Salva-vidas do Instituto de Socorros a Náufragos de Ponta Delgada e outra dos Bombeiros Voluntários da Ribeira Grande. Por terra participaram elementos dos referidos bombeiros, da Polícia Marítima, da Capitania e da Polícia de Segurança Pública.

O mergulhador desaparecido foi encontrado já cadáver, dentro de água, a uma profundidade de cerca de dez metros, nas proximidades da zona onde se deduz que tenha entrado no mar.

 Depois de recuperado para uma das motas de água, foi transportado para terra. Após cumpridas as formalidades legais junto do Ministério Publico, foi encaminhado para a medicina legal do hospital de Ponta Delgada.

 A Polícia Marítima tomou conta da ocorrência e abriu um inquérito para tentar apurar a causa do acidente.

A Autoridade Marítima Nacional alerta para a importância de os mergulhadores não irem sozinhos para o mar, e de deixar em terra alguém informado sobre o local para onde vão, bem como da hora a que tencionam regressar, de forma a que, se necessário, as autoridades sejam informadas rapidamente de qualquer ocorrência.