MEDIA CENTER

Nova equipa da Polícia Marítima integra missão “POSEIDON” na Grécia

29 MAI 2018 19:05

Partiu esta noite, pelas 00h30, para a Grécia uma nova equipa de cinco elementos da Polícia Marítima para integrar a missão “POSEIDON”, sob égide da agência europeia FRONTEX, para render outros cinco agentes que irão terminar a sua participação na referida operação, no próximo dia 31 de maio.

​A Polícia Marítima que se encontra na ilha grega de Lesbos desde o dia 1 de maio de 2017, integrada na missão POSEIDON, sob égide da agência europeia FRONTEX, já resgatou 1292 migrantes e deteve três facilitadores, em 40 missões de Busca e Salvamento Marítimo (SAR - Search and Rescue).

Todos os elementos envolvidos nestas missões possuem formação em Suporte Básico de Vida, Traumatologia e Oxigenoterapia, dispondo a bordo de equipamentos que permitem uma primeira assistência de emergência, nomeadamente, kit de oxigénio e Oxímetro para a monitorização dos valores de oxigénio no sangue e do ritmo cardíaco, macas e plano duro.

A equipa portuguesa é composta por nove agentes da Polícia Marítima, um Faroleiro Técnico, para o apoio e manutenção da componente elétrica e eletrónica das embarcações e da Viatura de Vigilância Costeira e um militar da Marinha da área de máquinas para a manutenção das embarcações.

A equipa da Polícia Marítima conta ainda com um elemento destacado no Centro de Coordenação Internacional, em Pireus, na Grécia, com as funções de oficial de ligação entre a equipa e a agência FRONTEX.

A Polícia Marítima encontra-se nesta missão em apoio à Guarda-costeira grega, com o objetivo de controlar e vigiar as fronteiras marítimas gregas e externas da europa, no combate ao crime transfronteiriço, no âmbito das funções de Guarda-costeira europeia, até ao dia 31 de outubro de 2018.

NO MAR, MAIS ALÉM, POR BEM.