MEDIA CENTER

Polícia Marítima de Lisboa atenta à segurança de pessoas e bens devido ao mau tempo

2 MAR 2018 18:03

Durante o dia de ontem e a madrugada de hoje, a Polícia Marítima de Lisboa esteve no paredão da frente urbana da Costa de Caparica e na marginal de Paço d’Arcos atenta aos perigos que advêm da forte agitação marítima.

​O período mais crítico, e onde surgiram algumas ocorrências, coincidiu com a preia-mar junto aos bairros da Cova do Vapor e Segundo Torrão, no Concelho de Almada.

Decorrentes de ações de galgamento, seis habitações e uma viatura foram inundadas pelas águas do rio Tejo e a estrada que dá acesso à Cova do Vapor ficou intransitável.

No terreno, a Proteção Civil de Almada e os Bombeiros da Trafaria contaram com a colaboração da Policia Marítima na segurança das pessoas e bens naquela área.

No dia de hoje, 02 de março, as condições observadas não foram tão gravosas, contudo a marginal no sentido Cascais-Lisboa foi encerrada ao trânsito por razões de segurança, devido à forte agitação marítima.

A Autoridade Marítima reforça a importância dos cidadãos adotarem um comportamento de segurança, devendo manter-se afastados da orla costeira durante o aviso de mau tempo.