MEDIA CENTER

Projeto “Cabine com boia salva-vidas” aumenta capacidade de auxílio fora da época balnear

30 NOV 2017 18:11

Foi lançado hoje, dia 30 de novembro, na Apúlia, em Esposende, o projeto piloto “Cabine com boia salva-vidas”, um sistema que permite a qualquer cidadão lançar rapidamente uma boia com um cabo de 30 metros a alguém em dificuldades no mar, garantindo assim um primeiro auxílio antes da chegada das entidades competentes.

​De simples utilização pela leitura rápida das instruções afixadas, qualquer cidadão pode fazer uso desta boia com o propósito de ajudar alguém em perigo, neste que é o primeiro projeto deste tipo no país.

Com uma forte aposta na prevenção, nomeadamente fora do período da época balnear e em áreas não vigiadas, está prevista a colocação destes equipamentos em 16 locais previamente identificados como suscetíveis de fazer a diferença entre a vida e a morte. Prevê-se ainda replicar a colocação destas boias em mais 13 locais, na área de Viana do Castelo, totalizando assim, nesta fase, 29 pontos de ajuda imediata ao salvamento marítimo.

Esta é uma iniciativa conjunta entre a Câmara Municipal de Esposende e a Capitania do Porto de Viana do Castelo, homologada pelo Instituto de Socorros a Náufragos.

A cerimónia de lançamento deste projeto contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Esposende, Arquiteto Benjamim Pereira, do Engenheiro Pimenta Machado, da Agência Portuguesa do Ambiente, do Capitão do Porto de Viana do Castelo, Comandante Raúl Risso, e de várias entidades com responsabilidade em matéria de salvamento marítimo.