MEDIA CENTER

Polícia Marítima chamada na sequência de ataque de cão em praia da Arrábida

5 NOV 2017 13:11

O Comando-local da Polícia Marítima de Setúbal foi contactado, no dia 3 de novembro, pouco depois das 16h00, pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC – Lisboa), informando que uma senhora teria sido atacada por um cão de grande porte, numa praia da zona da Arrábida.

​Este comando fez deslocar de imediato uma patrulha para o local, tendo aí apurado que um casal, ao entrar num restaurante situado na praia, teria sido atacado já dentro do estabelecimento por um cão, tendo a senhora sido mordida num braço.

Os agentes da Polícia Marítima identificaram a pessoa agredida bem como a dona do cão e ordenaram que o cão se mantivesse preso num espaço interior do estabelecimento. O animal de grande porte, aparentemente de raça Rottweiler, apresentava um comportamento agressivo. 

A senhora atacada pelo cão foi assistida no local por elementos do INEM e dos Bombeiros de Setúbal, tendo posteriormente recebido assistência no hospital de S. Bernardo.

Dada a natureza da ocorrência, a Polícia Marítima contactou as autoridades médico-veterinárias da Câmara Municipal de Setúbal, tendo sido determinado que o cão deveria ser recolhido no canil municipal a fim de ser observado (conforme estabelecido no DL 315/2009).

A raça Rottweiler é uma das sete raças de cães que figuram na Portaria 422/2004, documento que estabelece as raças potencialmente perigosas e, como tal, sujeitas a um regime especial.

A senhora agredida acabou por apresentar queixa ainda no mesmo dia à noite no Comando- local da Polícia Marítima de Setúbal, seguindo agora o processo os trâmites normais.