MEDIA CENTER

Polícia Marítima em Itália percorre mais de 1530 milhas no controlo de fronteiras e combate ao crime transfronteiriço

22 JUL 2017 16:07

Contínua a decorrer a participação da equipa do Grupo de Ações Táticas da Polícia Marítima na missão “EPN TRITON 2017”, em Itália, sob coordenação da agência europeia FRONTEX. A partir do porto de Brindisi, no mar adriático, a equipa já realizou 35 missões de patrulha, em mais de 200 horas de navegação, e percorreu mais de 1530 milhas náuticas.

​No decorrer das referidas missões, sobressai as diversas ações de fiscalização, em conjunto com as referidas autoridades a várias embarcações, preferencialmente veleiros e embarcações de pesca, no âmbito do controlo de fronteiras e combate ao crime transfronteiriço.

A participação da equipa portuguesa teve início no dia 1 de junho e decorrerá até dia 10 de agosto de 2017, período em que a Polícia Marítima irá colaborar com a “Guardia di Finanza”, no desempenho das funções de Guarda Costeira Europeia, destacando-se como missão principal a vigilância das fronteiras marítimas Italianas e externas da UE, no controle da imigração ilegal, no combate ao crime organizado transfronteiriço, nomeadamente, a repressão à criminalidade no mar e ao narcotráfico.

A equipa portuguesa destacada em Brindisi é composta por 7 Agentes do Grupo de Ações Táticas da Polícia Marítima, contando ainda com um elemento destacado no Centro de Coordenação Internacional, em Roma, Itália, com as funções de oficial de ligação entre a equipa e a agência FRONTEX.

NO MAR, MAIS ALÉM, POR BEM.