MEDIA CENTER

Projeto “Sea Watch” assegura assistência imediata em afogamento na Praia de Porto Covo

2 JUN 2017 09:06

Ontem, pelas 14h06 a Polícia Marítima de Sines recebeu um alerta de que dois banhistas se encontravam em dificuldades no mar junto à praia pequena de Porto Covo. Foram de imediato enviadas para o local duas viaturas Amarok do projeto Sea Watch que se encontravam nas proximidades.

​Militares da Marinha com valências de nadador-salvador, a prestar serviço na Autoridade Marítima, e tripulantes da estação salva-vidas de Sines, efetuaram o resgate de pai e filha nos primeiros minutos imediatos ao alerta.

Esta rápida assistência, conjugada com a atuação de uma equipa do INEM e dos bombeiros, na reanimação do homem que entrou em paragem cardiorrespiratória, permitiram que este saísse da praia ainda com sinais vitais.

Tanto pai como filha foram transportados para o hospital do Litoral Alentejano, pese embora o pai em estado grave. A filha, após ter sido resgatada em segurança para as rochas, apresentava algumas escoriações.

O projeto “Sea Watch” contribui para a vigilância das praias portuguesas onde não existe a presença de nadadores-salvadores, com recurso  a veículos todo o terreno  conduzidos por militares da Marinha, equipados com os meios essenciais para o salvamento, socorro e assistência a banhistas.

Um conjunto de 18 operacionais foram deslocados para o local para dar resposta a este incidente, nos quais se inclui os bombeiros de Sines e Santo André, a Polícia Marítima e pessoal da Capitania do Porto de Sines, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação e duas carrinhas Amarok ao serviço do Instituto de Socorros a Náufrago, no âmbito do projeto "Sea Watch", com militares da Marinha e tripulantes da estação salva-vidas de Sines.

Recorda-se que, apesar de já se ter iniciado a época balnear em muitas praias, qualquer cidadão deverá assumir sempre  uma postura de atenção e prevenção junto à linha de água, em especial com as crianças.