MEDIA CENTER

Marinha e Autoridade Marítima Nacional alertam para agravamento do estado do mar nas próximas horas para a faixa litoral a Norte do Cabo Raso

13 JAN 2017 10:01

A Marinha e a Autoridade Marítima Nacional alertam a comunidade marítima e toda a população em geral do Continente, que frequente as zonas costeiras, para a previsão de agravamento do estado do mar a Norte do cabo Raso, com ondas que podem atingir os 4,5 metros de altura.

​A Marinha e a Autoridade Marítima Nacional aconselham a adoção de medidas de segurança em terra, junto à costa, e de prevenção para quem se encontra no mar.

À comunidade marítima recomenda-se a consulta regular durante o dia de hoje e amanhã dos avisos à navegação promulgados pela Marinha relativos à previsão meteorológica do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) e outras informações sobre as condições de acesso aos portos, junto das capitanias dos portos, evitando sair para o mar até que as condições melhorem. 

Para quem por necessidade profissional tenha de estar no mar, recomenda-se que se certifique do estado de conservação dos equipamentos de salvação individuais e coletivos, aproveitando para recordar as boas práticas para a sua correta utilização, bem como assegure que os equipamentos de comunicação rádio e de emissão de alertas de emergência se encontram em bom estado de funcionamento.

Aos pescadores lúdicos de pesca à cana aconselha-se cautela, evitando pescar junto a zonas de arriba nas frentes costeiras atingidas pela rebentação das ondas, e à população em geral recomenda-se evitar passear junto à beira-mar e nas praias  próximo das zonas de rebentação.

Estas condições terão maior incidência ao longo da faixa litoral, a norte do cabo Raso, até ao final do dia de Sábado.

O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC LISBOA, tlf. 214 401 919), os meios navais da Marinha e os meios marítimos da Autoridade Marítima Nacional, designadamente do Instituto de Socorros a Náufragos, encontram-se em permanente alerta e em prontidão para responder a pedidos de socorro no mar.​