MEDIA CENTER

Ação de Salvamento na praia do Lombo Gordo

13 AGO 2016 13:08

O Capitão do Porto de Ponta Delgada coordenou ontem, dia 12 de agosto, uma ação de salvamento de um homem, em dificuldades no mar, na praia do Lombo Gordo, Nordeste, ilha de São Miguel.

O alerta foi dado por um vigilante da praia ao MRCCDELGADA e recebido no Comando-local da Polícia Marítima de Ponta Delgada às 17h15 horas.

O pedido de socorro dava conta que se encontrava um individuo em dificuldades no mar, que estaria a ser arrastado para o largo, e que não conseguia chegar a terra devido à forte corrente e às condições de mar alteroso.

Face à situação em concreto e localização geográfica (cerca de 30 milhas náuticas do salva-vidas mais próximo), o Capitão do Porto de Ponta Delgada na sua qualidade de comandante das operações de socorro em domínio público marítimo, acionou os meios de busca e salvamento marítimo considerados adequados, tendo empenhado de imediato um salva-vidas do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN) estacionado na costa sul da ilha, um salva-vidas dos Bombeiros Voluntários da Ribeira Grande estacionado na costa norte, solicitou à Força Aérea o empenhamento do helicóptero HE101 estacionado nas Lages (ilha Terceira), e enviou para o local uma equipa da Polícia Marítima por terra. No local compareceu ainda uma equipa dos Bombeiros Voluntários do Nordeste.

O salva-vidas dos Bombeiros Voluntários da Ribeira Grande, tendo sido o primeiro meio a conseguir chegar ao local, resgatou o náufrago da água cerca das 18h40, já com evidentes sinais de hipotermia e cansaço. O náufrago foi transportado por mar para o porto da Povoação, tendo dado entrada no Centro de Saúde Local pelas 19h05, tendo alta uma hora depois.

Tendo-se realizado o salvamento com sucesso, foi cancelado o empenhamento do helicóptero HE101, e os dois salva-vidas regressaram as suas bases.

O náufrago era um cidadão de nacionalidade portuguesa, do sexo masculino, com 48 anos de idade e residente em São Miguel.

A Polícia Marítima apurou posteriormente, que o náufrago terá entrado no mar na sequência de um pedido de ajuda de uma jovem turista de 13 anos de idade de nacionalidade polaca que se encontrava em dificuldades no mar, conseguindo retirar a jovem do mar para cimas das rochas. Não tendo contudo conseguido resistir à força e corrente do mar, que o arrastaram para o largo, onde conseguiu permanecer mais de uma hora até ser resgatado pelo salva-vidas. A jovem polaca também necessitou de cuidados de saúde, tendo sido transportada para o Hospital do Divino Espirito Santo, em Ponta Delgada, com escoriações na face.