MEDIA CENTER

O Centro de Operações Móvel (COM) da Autoridade Marítima

9 JUL 2016 10:07

O Centro de Operações Móvel da Autoridade Marítima Nacional (COM-AMN) é um Centro para Comando, Controlo e Comunicações, instalado num contentor para permitir a sua mobilidade e emprego operacional nos vários pontos do país.

​​​Inicialmente projetado para fazer face a situações de incidentes de poluição, está atualmente equipado com sistemas de comunicações, internet, computadores, impressora, televisão satélite e “software” associado aos processos decisórios das operações da AMN. Em breve, este Centro irá ficar integrado numa viatura pesada, tornando-se deste modo um meio mais versátil e autónomo. Este Centro poderá ser alimentado diretamente através da rede de energia elétrica ou, como alternativa, caso o local do seu emprego não o permita, através do seu gerador. 

O COM opera diversos sistemas, nomeadamente de Comunicações, Radar, Câmara de Vigilância Remota, sistemas de informação e de monitorização da União Europeia bem como outros sistemas do âmbito policial.

De entre as diversas ferramentas de apoio à decisão disponíveis, importa destacar os sistemas de cálculo de deriva de uma mancha de matéria poluente, ferramenta de análise de risco e mapas de índice de sensibilidade costeiro (MOHID Studio), sistema de monitorização de navios e de dados meteorológicos e oceanográficos (OVERSEE), sistemas de cartografia eletrónica, bases de dados para intervenção em matérias perigosas, para além das ferramentas geridas pela Agência Europeia de Segurança Maritima (EMSA) e “Directorate-general of European” “Commission Humanitarian Aid and Civil Protection” (DG-ECHO), operadas pelo Serviço de Combate à Poluição do Mar, como o sistema de monitorização satélite “CleanSeaNet” e o sistema CECIS (“Common Emergency Communication and Information System”), respetivamente. 

Este COM pode ser empregue, sempre que tal se justifique, no apoio aos Capitães de Porto ou Comandantes-locais da Polícia Maritima, em todo o tipo de ações no âmbito do domínio de atuação da Autoridade Maritima, constituindo-se como uma mais-valia operacional em operações de socorro, operações de vigilância, operações de fiscalização, entre outras.