MEDIA CENTER

Polícia Marítima controla observação de cetáceos à entrada da barra de Portimão

29 JUN 2016 16:06

O Comando-local da Polícia Marítima de Portimão, após ter recebido ontem, dia 28 de junho, uma denúncia pelo excesso de embarcações junto a um grupo de Golfinhos, deslocou-se para a entrada da barra de Portimão para controlar a atividade observação de cetáceos.

​Foi detetado um grupo de golfinhos a cerca de 50 metros da entrada do Porto de Portimão, que se encontrava rodeado de uma grande quantidade de embarcações. Para evitar que os animais entrassem em “stress”, a Polícia Marítima mandou que as embarcações reduzissem a velocidade e se afastassem.

A legislação prevê que só possam estar, em simultâneo, junto a um grupo de golfinhos, 3 embarcações num raio de 100 metros, devendo a aproximação efetuar-se pela retaguarda.

Código de conduta da observação de cetáceos:

1. Manter uma distância de 30 metros ao grupo de cetáceos mais próximo e posicionar a embarcação na sua retaguarda;

2. Respeitar o tempo máximo de permanência com os cetáceos (30 minutos) e o número máximo de 3 embarcações num raio de 100 m em redor dos cetáceos;

3. Evitar mudanças bruscas de direção e sentido no rumo das embarcações;

4. Não exceder a velocidade de deslocação dos cetáceos;

5. É proibida a utilização de jet-skis, motos de água e veículos afins, ou veículos motorizados de deslocação subaquática na observação de cetáceos.