MEDIA CENTER

Autoridade Marítima apoia atividade da “Raríssimas” e leva à praia 10 crianças com doenças raras

16 JUN 2016 11:06

A Capitania do Porto, o Comando-local da Polícia Marítima e a Estação Salva-vidas do ISN de Vila Real de Santo António apoiam, no próximo dia 17 de junho, uma atividade da Raríssimas – Associação Nacional de Deficiências Mentais e Raras, que vai levar à praia da Manta Rota cerca de 10 crianças, uns para efetuarem uma atividade de Surf Adaptado e os restantes, para darem o primeiro mergulho no mar.

​​O Capitão do Porto e Comandante-local da Polícia Marítima de Vila Real de Santo António associou-se a esta iniciativa, através da colaboração em todos os aspetos burocráticos para a sua realização, bem como, no dia do evento, no empenhamento de uma embarcação da Estação Salva-vidas do ISN, de uma viatura Amarok do projeto “Praia Segura” e meios da Polícia Marítima que vão, em conjunto, garantir a segurança de todos os participantes.

Também a Autarquia de Vila Real de Santo António irá colaborar na atividade, através da facilitação de acesso ao parque de estacionamento e utilização das cadeiras de praia para pessoas de mobilidade reduzida.

A Raríssimas – Associação Nacional de Deficiências Mentais e Raras é uma IPSS, fundada em Abril de 2002, que desenvolve a sua ação junto de doentes e familiares que convivem de perto com doenças Raras. Tem em funcionamento quatro Centros de Reabilitação Multidisciplinar (Maia, Pico, Tavira e Moita) para portadores de doenças mentais e raras onde, através de um plano terapêutico individual, presta cuidados de saúde de excelência na área da reabilitação/habilitação, como a fisioterapia, terapia da fala, terapia ocupacional, hidroterapia, hipoterapia, psicologia e terapia assistida por animais, todas elas essenciais para a aquisição de competências destes doentes.

Nota à imprensa: Convidam-se os Órgãos de Comunicação Social a acompanhar a atividade da “Raríssimas”, amanhã, dia 17 de junho, às 10h00, na praia da Manta Rota.​