MEDIA CENTER

Estação Salva-vidas reboca veleiro sem governo em Leixões

8 ABR 2016 09:04

A Estação Salva-vidas de Leixões desenvolveu durante a tarde de ontem, uma operação de reboque de um veleiro com cerca de 11 metros, de nome “Malvina”, com dois tripulantes a bordo, que se encontrava à deriva, sem governo, a cerca de 2 milhas a NW da entrada da barra do Douro.

​O alerta foi dado pelo “skipper” do veleiro via rádio, pelas 16h30m, tendo sido recebido na estação Salva-vidas e estação VTS. De imediato, foram mobilizados para o local, a embarcação "Duque da Ribeira" da Estação salva-vidas de Leixões e uma EAV (Embarcação de Alta Velocidade), do Comando-local da Polícia Marítima de Leixões. 

No local, foi necessário recorrer-se ao reboque da embarcação, de modo a garantir a sua segurança e dos seus tripulantes. Assim, às 17h05 iniciou-se a manobra, executada pela embarcação salva-vidas, rebocando o veleiro em segurança, até ao fundeadouro interior do Porto de Leixões, com o acompanhamento próximo da EAV da Polícia Marítima.

A operação terminou às 17h40 com o veleiro fundeado no fundeadouro interior do Porto de Leixões, onde foi fiscalizado pela Polícia Marítima.

A embarcação de recreio, com 11 metros de comprimento e bandeira francesa, tinha a bordo dois tripulantes de nacionalidade francesa, com idades de 51 e 48 anos, encontrando-se sem quaisquer problemas de saúde.​

Ver vídeo​ da operação.