MEDIA CENTER

Polícia Marítima resgata 55 refugiados de bote à deriva na Grécia

26 JAN 2016 17:01

A equipa da Polícia Marítima (PM), que se encontra na Ilha Grega de Lesbos desde o dia 1 de outubro, integrada na missão POSEIDON RAPID INTERVENTION, resgatou 55 refugiados sírios, dos quais 20 crianças, de um bote à deriva no mar Egeu, no meio da travessia entre a Turquia e a Grécia.

Durante a patrulha, a equipa da PM detetou um bote, com o motor avariado e à deriva, com dezenas de refugiados a bordo e que poderiam entrar facilmente em hipotermia face às baixas temperaturas que se fazem sentir na Ilha de Lesbos. Apesar da ansiedade, conseguiram todos manter-se calmos e cooperantes, facilitando a ação de salvamento da PM.

Para o interior da embarcação ARADE, foram rapidamente resgatados 20 bebés e crianças, 11 mulheres e a 17 homens, dos quais 2 idosos. Sete homens permaneceram no bote onde seguiam, tendo este sido rebocado até ao porto de Skala Sikaminea, onde todos desembarcaram em segurança.

Durante o trajeto foram distribuídas mantas térmicas, águas e chocolates. Muitos dos refugiados resgatados apresentavam sinais visíveis de grande cansaço e má disposição associada à agitação marítima, tendo duas mulheres necessitado de apoio médico à chegada a terra.

A PM vai manter o seu apoio à Guarda-costeira Grega, integrada na missão da agência FRONTEX, até ao dia 30 de setembro de 2016. Até ao momento a equipa já resgatou, em segurança e transportou para terra, mais de 2200 emigrantes e refugiados que corriam risco de vida, sendo 547 bebés e crianças.

​NO MAR, MAIS ALÉM, POR BEM.

Veja o vídeo​ do resgate