MEDIA CENTER

Polícia Marítima resgata 43 emigrantes de bote à deriva no Mar Egeu

8 JAN 2016 10:01

A equipa da Polícia Marítima (PM) que se encontra em missão no Mar Egeu, desde o dia 1 de outubro, resgatou 43 emigrantes, dos quais uma mulher grávida, em final de tempo, de um bote a perder ar e com o motor avariado, encontrando-se à deriva no meio da travessia entre a Turquia e a Ilha Grega de Lesbos.

​A equipa da PM começou por resgatar todas as mulheres e crianças e só depois os homens, bem como todos os seus pertences. Apesar da ansiedade, conseguiram todos manter-se calmos e cooperantes, facilitando a ação de resgate da PM.

No total foram resgatados, para o interior da embarcação ARADE, quinze crianças, oito mulheres e vinte homens. Alguns mostravam má disposição associada à agitação marítima que se fazia sentir, no entanto, todos foram desembarcados, em segurança, no Porto de Molivos.

Até ao momento, a equipa da PM resgatou mais de 1850 pessoas.

A PM, inicialmente integrada na missão POSEIDON SEA, encontra-se agora integrada na missão POSEIDON RAPID INTERVENTION 2016, que tem igualmente como objetivo cooperar no controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas e no combate ao crime transfronteiriço, no mar Egeu. A missão da PM termina no dia 30 de setembro de 2016.

NO MAR, MAIS ALÉM, POR BEM.

Veja o vídeo​ do resgate