MEDIA CENTER

Autoridade Marítima Nacional coordena operação de assistência a um iate ao largo da Figueira da Foz

6 FEV 2019 20:02

O Capitão do Porto da Figueira da Foz, em articulação com o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC-Lisboa), coordenou durante a tarde de hoje, uma operação de assistência a um iate de bandeira francesa, com dois tripulantes portugueses a bordo, que declarou emergência motivada por uma entrada de água no espaço de máquinas da embarcação, quando se encontrava a efetuar a aproximação ao porto da Figueira da Foz.

​O alerta inicial, efetuado por um dispositivo automático transmissor de localização de emergência, a partir da embarcação acidentada, foi recebido no MRCC - Lisboa, tendo sido empenhado o Salva-vidas "Patrão Macatrão" da Estação Salva-vidas, do Instituto de Socorros a Náufragos, para a última posição recebida, que distava cerca 11 km do porto da Figueira da Foz.

A embarcação acidentada terá ficado sem propulsão, sem energia elétrica e sem comunicações, no final da manhã, após uma onda de maior dimensão ter quebrado os vidros do posto de governo, alagando o interior e causando avarias graves nos equipamentos elétricos.

Após a tripulação ter conseguido restabelecer um dos dois motores, permitiu aproximar-se de um navio mercante fundeado à entrada no porto, que retransmitiu o pedido de assistência.

Após o redireccionamento da embarcação salva-vidas, a embarcação acidentada deu entrada no porto, que se encontrava com a barra fechada a embarcações com comprimento inferior a 11 metros, com a assistência próxima e recomendações de governo dos tripulantes da Estação Salva-vidas, atracando em segurança na marina da Figueira da Foz pelas 16h30.

À chegada estava uma ambulância do INEM para transportar um dos tripulantes com ferimentos ligeiros, para o Hospital da Figueira da Foz.