MEDIA CENTER

Polícia Marítima apreende 76 covos e 25 kg de polvo na Ria Formosa

17 DEZ 2018 19:12

O Comando-local da Polícia Marítima de Olhão efetuou, nos dias 16 e 17 de dezembro, diversas ações de fiscalização com o objetivo de reprimir atividades ilegais no interior da Ria Formosa.

​Nestas ações foram detetadas e apreendidas duas teias, constituídas por 45 e 31 covos, não sinalizadas e fundeadas dentro do canal de navegação. Estes covos continham cerca de 25 kg de polvo no seu interior que, por se encontrar vivo, foi devolvido ao seu habitat natural.

A Ria Formosa é uma zona de reprodução e maternidade de várias espécies marinhas, entre elas o polvo, sendo que a utilização deste tipo de arte de pesca conduz a uma crescente captura de exemplares subdimensionados.

Os covos são uma arte de pesca fixa, do tipo armadilha, cuja utilização no interior da Ria Formosa apenas está autorizada para a captura de enguia.

Das infrações detetadas foram instaurados os respetivos processos de contraordenação puníveis com coimas a graduar de 598,56€ a 37.409,84€.