MEDIA CENTER

Autoridade Marítima Nacional resgata corpo de turista desaparecido na Ilha da Madeira

1 SET 2018 13:09

O Capitão do Porto e Comandante-local da Polícia Marítima do Funchal, em articulação com o Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal e o Serviço Regional de Proteção Civil, coordenou, durante o dia de ontem e hoje, as operações de busca de um homem, de nacionalidade checa, que escorregou na ponta de São Jorge, tendo depois sido arrastado pelo mar, deixando de ser avistado pelas pessoas presentes no local.

​O alerta foi dado pelo Serviço Regional da Proteção Civil pelas das 13h53 do dia 31 de agosto, relatando a necessidade de resgate de um cidadão que teria caído na ponta de São Jorge e que se encontrava em dificuldades de sair da água. Após a primeira tentativa de saída, terá sido arrastado para o mar, por uma onda tendo deixado de ser avistado.

De imediato, foi ativada a embarcação "SANAS 103" e uma mota de água da Capitania do Porto do Funchal, que foi levada por terra, tendo sido desembarcada no cais do Faial para dirigir-se, por mar, para a zona de buscas.

As buscas foram reforçadas por uma aeronave "EH-101" da Força Aérea Portuguesa, tendo sido efetuadas também por terra por agentes da Polícia Marítima, entre a ponta de São Jorge e o calhau de São Jorge.

As operações foram interrompidas ao pôr-do-sol, tendo sido retomadas aos primeiros alvores de hoje com a ativação da embarcação do "SANAS 103", uma mota de água da Capitania do Porto do Funchal e a embarcação "PRAIA DOURADA" da Polícia Marítima, guarnecida com uma equipa do Grupo de Mergulho Forense do Destacamento da Madeira.

O corpo foi localizado pela embarcação "SANAS 103" pelas 08h37, sobre uma pedra, na zona de rebentação, próximo do local onde tinha sido reportado o seu desaparecimento.

Foi resgatado pelas 11h02, pela equipa de  mergulhadores da Polícia Marítima e transportado, por mar, até às instalações do SANAS Madeira em Santa Cruz.

O óbito foi confirmado pelo Delegado de Saúde. 

A Polícia Marítima tomou conta da ocorrência.