MEDIA CENTER

Polícia Marítima prolonga missão na Grécia até 31 de outubro de 2018

28 ABR 2018 22:04

A equipa da Polícia Marítima, em missão na ilha grega de Lesbos desde 01 de maio de 2017, irá prolongar a missão até ao próximo dia 31 de outubro de 2018, integrada na missão POSEIDON.

Desde o dia 01 de maio de 2017, a Polícia Marítima detetou e retirou a salvo das águas do Mar Egeu mais de 1100 migrantes de diferentes nacionalidades que, neste fluxo migratório irregular e arriscado por via marítima, tentam entrar na Europa numa travessia entre a costa da Turquia e da Grécia.

Neste âmbito, partiu ontem uma equipa da Polícia Marítima, composta por oito elementos, que iniciam missão no dia 01 maio por um período de dois meses, rendendo uma outra equipa, também composta por oito elementos, que iniciou funções em março.

Nesta missão, sob a égide da FRONTEX, a Polícia Marítima irá ainda apoiar várias organizações, nomeadamente a Agência Europeia de Segurança Marítima (EMSA), a Agência Europeia de Controlo das Pescas (EFCA) e o Serviço Europeu de polícia (EUROPOL), para além das diversas entidades gregas.

A Polícia Marítima encontra-se integrada na operação POSEIDON e em apoio à Guarda-costeira grega, com o objetivo de controlar e vigiar as fronteiras marítimas gregas e externas da UE, no combate ao crime transfronteiriço, no âmbito das funções de Guarda-costeira europeia.

 

NO MAR, MAIS ALÉM, POR BEM.​