MEDIA CENTER

Autoridade Marítima colabora em resgate de baleias na Horta

2 AGO 2017 17:08

Três baleias de bico entraram, no passado sábado, dia 29 de julho, no porto da Horta, visivelmente confusas, refugiando-se por baixo de embarcações de recreio que se encontravam atracadas.

​Num esforço da coletividade marítima, com a participação da Direção Regional dos Assuntos do Mar, Autoridade Marítima, peritos do Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores e empresas Marítimo-Turísticas, as baleias foram conduzidas até à saída do porto e, em águas mais profundas, afastaram-se em segurança.

Contudo, apenas duas das baleias saíram o porto, chegando-se a pensar que a contabilidade inicial estaria errada. A terceira baleia, um exemplar juvenil, foi de novo detetada na manhã de domingo, dia 30 de julho, refugiada junto ao canto sul da doca, uma zona com menos movimento. 

Nesse dia foram feitos todos os esforços para a fazer voltar ao mar, tendo-se conseguido fazer com que a baleia se afastasse da muralha num primeiro momento, mas logo que atingia águas mais profundas a meio do porto, mergulhava e passava pela barreira de homens e embarcações, voltando para o seu canto de refúgio.

As baleias que tinham saído o porto na véspera não se afastaram mais do que uma milha do porto, permanecendo num local denominado como Baía de Entremontes.

Os esforços por fazer voltar esta baleia a águas abertas foram finalmente recompensados no final da manhã de segunda-feira, dia 31 de julho.

É de referir que esta espécie, apesar de ser das mais difíceis de avistar em mar alto, tem registado a nível global e ao longo dos últimos anos um elevado número de ocorrências relacionadas com arrojamentos, entradas em portos e outros similares, quase sempre na última semana do mês de julho.