MEDIA CENTER

Polícia Marítima toma conta de ocorrência de poluição por hidrocarbonetos na praia do Abalo

11 JUL 2017 19:07

O Comando-local da Polícia Marítima de Peniche, tomou conta da ocorrência, depois de ter recebido informação no dia 6 de julho, pelas 13h07, que na Marginal Norte de Peniche, junto da Praia do Abalo, havia um foco de poluição com derrame para as águas de uma substância que se suspeitava ser hidrocarbonetos.

​No local foi possível confirmar o derrame, tendo os elementos da Polícia Marítima iniciado de imediato as medidas cautelares de Polícia para descobrir a fonte poluidora, dando também conhecimento ao Capitão do Porto de Peniche de forma a que fosse de imediato acionado o plano mar limpo.

Foi apurada a fonte poluidora como sendo uma empresa fabril que labora nas imediações e recolhidas amostras do produto poluente, tanto na fonte como nas águas do mar, acautelando a recolha de prova.

Das diligências subsequentes, foram contactados os responsáveis pelas instalações fabris, tendo estes de imediato assumido o ocorrido e prontamente encetado ações para controlar o derrame, assim como colaborar no sentido de serem minimizados os estragos provocados.

O derrame deu-se por rutura de um encanamento de fuelóleo dos tanques que alimenta as caldeiras das instalações fabris.

A Polícia Marítima de Peniche encontra-se a diligenciar quanto à quantidade de hidrocarbonetos derramados, bem como a forma como a descarga atingiu a costa.

Acionado o Plano Mar Limpo, coordenado pelo Capitão do Porto de Peniche, foi ainda possível até ao pôr-do-sol do dia 6 de julho, recolher cerca de 1500kg de areia da praia que se encontrava impregnada com produto poluente, tendo sido recolhido na manhã de ontem, dia 7 de junho, cerca de mais 900 Kg de areia contaminada, o que perfaz um total de 2400 kg.

Da infração detetada foi levantado o respetivo auto de notícia, o qual será remetido ao DIAP de Peniche. 

A Autoridade Marítima Local mantém permanentemente a vigilância na praia do Abalo e na Praia dos ca~es, por serem estes os espaços de areia que estão mais próximos do local do foco de poluição e onde é mais expectável que se depositem arrojos de poluição de hidrocarbonetos.



​​