MEDIA CENTER

Grécia: Polícia Marítima apoia 24 migrantes em Lesbos

3 MAI 2017 18:05

A equipa da Polícia Marítima, que se encontra na ilha grega de Lesbos desde o dia 1 de maio, integrada na missão da Agência FRONTEX – Poseidon 2017, resgatou na madrugada de hoje, dia 3 de maio, pelas 5h51, 24 migrantes que se desembarcaram numa zona da ilha sem acessos, de escarpa e com afloramentos rochosos, necessitando de apoio em primeiros socorros.

​Tendo sido detetado o grupo de migrantes e, sendo a única saída a via marítima, os mesmos foram embarcados na embarcação “Arade” da Polícia Marítima, através de uma semirrígida de uma Organização Não Governamental que fez o transbordo, e transportados até ao porto de Tsonia, onde desembarcaram em segurança e foram entregues às autoridades gregas. 

A bordo da “Arade” foi necessário ministrar oxigénio a uma mulher grávida, bem como realizar um curativo a outra mulher que se encontrava com uma ferida no abdómen. Os 24 migrantes eram de nacionalidade síria e afegã, sendo 9 homens, 8 mulheres e 7 crianças. 

A equipa portuguesa é composta por 11 Agentes da Polícia Marítima, um Faroleiro Técnico e um militar da Marinha, para o apoio e manutenção das embarcações e manutenção da componente elétrica e eletrónica da Viatura de Vigilância Costeira. A Polícia Marítima conta ainda com um elemento destacado no Centro de Coordenação Internacional, em Piréus, na Grécia, com as funções de oficial de ligação entre a equipa e a agência Frontex.

A Polícia Marítima vai manter o seu apoio à Guarda-costeira Grega, com o objetivo de controlar e vigiar as fronteiras marítimas e combater o crime transfronteiriço, no âmbito das as funções de guarda costeira europeia, até ao dia 31 de outubro de 2017.

NO MAR, MAIS ALÉM, POR BEM.