MEDIA CENTER

Arrojamento de cetáceo na Praia do Labrego - Vagos

7 OUT 2016 09:10

A Baleia-piloto (Globicephala melas) adulta, do sexo feminino, com cerca de 4,5 metros de comprimento, foi encontrada viva, presa nas rochas do esporão, acabando por se soltar e arrojar cerca de 100 metros a sul, no areal.

​A Baleia-piloto (Globicephala melas) adulta, do sexo feminino, com cerca de 4,5 metros de comprimento, foi encontrada viva, presa nas rochas do esporão, acabando por se soltar e arrojar cerca de 100 metros a sul, no areal.

Populares presentes no local tentaram por três vezes devolvê-la ao mar, voltando novamente a arrojar, tendo um popular, que praticava surf no local, informado que mais animais se encontravam ao largo da praia. Ao local, acorreram os técnicos do Centro de Reabilitação Animais Marinhos de Quiaios (CRAM-Q) e a Polícia Marítima do Comando-local de Aveiro, na tentativa de proceder com êxito à sua devolução ao habitat natural.

A baleia-piloto, de aparência nutricional magra, apresentava vários ferimentos, com várias situações de sangramento e com uma respiração relativamente fraca e com espuma, acabando por morrer apesar dos esforços realizados pelos técnicos do CRAM-Q.

Na operação de remoção do areal da praia, para um local possível de realização da respetiva necropsia, face às dimensões e peso do animal, foram utilizados tratores e um reboque da Quinta Agrícola Boavista, sob acompanhamento da Polícia Marítima de Aveiro.

Após a necropsia, a baleia-piloto foi retirada e transportada para as instalações do Centro de Reabilitação Animais Marinhos de Quiaios (CRAM-Q), no porto de Aveiro.​



​​