MEDIA CENTER

Polícia Marítima recolhe redes e covos da praia de Faro

29 AGO 2016 10:08

O Comando-local da Polícia Marítima de Faro recolheu, ao fim da tarde de 27 de agosto, um conjunto de redes e covos, enrolados uns nos outros, numa extensão superior 500 metros, que deram à costa na praia de Faro.

​Estas artes constituíam perigo para os banhistas. Assim, foram de imediato retiradas da água e colocadas no areal, sendo depois cortados em secções mais pequenas, para permitir o seu transporte, e não constituírem perigo físico ou de salubridade para os frequentadores da praia nesse dia e no dia seguinte. 

Para o manuseamento e remoção das artes, estiveram empenhados dois Nadadores-salvadores de serviço na praia, o Nadador-salvador do ISN (vigilância motorizada), um militar da Marinha em serviço de vigilância apeada, dois agentes, uma pick-up e um tratocarro da Polícia Marítima.