MEDIA CENTER

Viatura de Vigilância Costeira da Polícia Marítima apoia resgate de 34 emigrantes no Mar Egeu

5 ABR 2016 17:04

A Viatura de Vigilância Costeira (VVC) da Polícia Marítima (PM) que se encontra integrada na missão da agência FRONTEX, POSEIDON RAPID INTERVENTION, a colaborar no controlo de fronteiras da União Europeia, na Grécia, detetou uma lancha rápida com 34 emigrantes a bordo, à deriva, no meio da travessia entre a Turquia e a Ilha grega de Lesbos.

​A equipa da PM recebeu informação de que estaria uma embarcação avariada próxima do porto de Skala Sikaminea. Esta informação foi rapidamente confirmada pela VVC que indicou a posição da embarcação dos emigrantes em relação à embarcação portuguesa ARADE.

Chegados ao local, a PM encontrou uma lancha rápida avariada com 34 emigrantes a bordo. O hélice ficou preso numa rede e o motor da embarcação avariou. Segundo os emigrantes a bordo, o facilitador fugiu a nado visto já se encontrar perto de terra.

A lancha foi depois rebocada até ao porto Skala Sikaminea onde todos foram desembarcados em segurança.

No total foram resgatados 34 emigrantes, dos quais 8 crianças, 7 mulheres e 19 homens.

Desde o dia 1 de outubro de 2015, a PM já resgatou 2899 emigrantes e refugiados, dos quais 786 eram bebés e crianças e 622 eram mulheres.

A PM vai manter o seu apoio à Guarda-costeira Grega, com o objetivo de cooperar no controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas e no combate ao crime transfronteiriço, integrada na missão da agência FRONTEX, até ao dia 30 de setembro de 2016.

 NO MAR, MAIS ALÉM, POR BEM.

​Ver vídeo​ do resgate