MEDIA CENTER

Apoio da Polícia Marítima no desencalhe de catamarã no Tejo

6 JAN 2016 15:01

Na tarde de ontem, dia 5 de janeiro, durante o trânsito entre Lisboa e o Montijo, um catamarã da Transtejo encalhou num banco de areia no rio Tejo, junto ao Montijo, com 91 pessoas a bordo, devido a uma alegada falha técnica nos motores. Cerca das 21h30, com a subida da maré, o navio foi removido do local de encalhe e levado até ao cais do Montijo onde os passageiros desembarcaram em segurança sempre acompanhado pela Polícia Marítima.

​​O alerta foi dado cerca das 17h45, tendo sido, de imediato, sob a coordenação do Capitão do Porto de Lisboa, enviado para o local um efetivo do Comando-local da Polícia Marítima (PM) de Lisboa, por terra e pelo rio, composto por uma viatura e três embarcações, para apoio aos passageiros nas operações de desencalhe e preparação do transbordo de passageiros, em caso de impossibilidade de desencalhe da embarcação em tempo útil. No período de encalhe do catamarã, já com Agentes da PM a bordo, por precaução, houve a necessidade de desembarcar 6 pessoas que manifestaram o desejo de sair de bordo, estando duas delas em condições de saúde, que desaconselhavam a sujeição a situações de stress.