MEDIA CENTER

Polícia Marítima em missão na Grécia resgata e apoia 205 emigrantes em dez horas de patrulha

21 DEZ 2015 17:12

A equipa da Polícia Marítima (PM) que se encontra integrada na missão POSEIDON SEA, desde o dia 1 de outubro, resgatou 105 emigrantes de duas embarcações, que se encontravam em grandes dificuldades para realizar a travessia entre a Turquia e a Ilha Grega de Lesbos, e apoiou outras 100 pessoas de mais duas embarcações, em apenas dez horas de patrulha, no Mar Egeu.

​​​Após avaliadas as condições de flutuabilidade, manobrabilidade e navegação das quatro embarcações, as condições climatéricas e principalmente as condições em que se encontravam todos os emigrantes e refugiados, a equipa da PM decidiu resgatar, para o interior da embarcação TEJO, todos os bebés, crianças, mulheres e alguns homens de duas embarcações. Estas embarcações eram bastante fracas, não tinham capacidade para transportar a totalidade das pessoas que traziam a bordo e já se encontravam a meter água. Os restantes homens permaneceram nos respetivos botes, que foram rebocados em segurança até ao porto Skala Sikamineas.

Às pessoas resgatadas foram distribuídas águas, bolachas e mantas térmicas. Ao segundo grupo de emigrantes resgatados, a equipa da PM disponibilizou ainda coletes salva-vidas, dado que a maioria não envergava este equipamento de segurança essencial para a sobrevivência no mar.

A equipa da PM apoiou também um bebé com cerca de um ano que corria risco de entrar em hipotermia. Foram-lhe retiradas as roupas molhadas e foi embrulhado numa toalha seca e em mantas térmicas.

No porto de Skala Sikamineas, onde todos foram desembarcados, já se encontravam equipas médicas de Organizações Não-governamentais (ONG) que deram apoio ao bebé e aos restantes emigrantes.

As outras duas embarcações, com cerca de 50 pessoas a bordo em cada uma delas, foram escoltadas pela equipa da PM, com o objetivo de garantir que todos chegariam em segurança à praia de Yeorgios e ao porto de Skala Sikamineas, respetivamente.

No total foram resgatados 105 emigrantes e refugiados, dos quais 34 crianças, 20 mulheres e 51 homens, e apoiadas cerca de 100 pessoas.

A equipa da PM descreveu a patrulha como tendo sido muito cansativa mas muito compensadora.

Até ao momento, foram resgatados 1701 refugiados e emigrantes, dos quais 374 bebés e crianças.

A missão da PM, que tem como objetivo cooperar no controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas e no combate ao crime transfronteiriço, no Mar Egeu, termina no dia 30 de setembro de 2016.

NO MAR, MAIS ALÉM, POR BEM.

​Veja o vídeo do resgate