MEDIA CENTER

Polícia Marítima resgata 48 emigrantes de embarcação cheia de água e com motor avariado

17 DEZ 2015 17:12

Integrada na missão POSEIDON SEA desde o dia 1 de outubro, a equipa da Polícia Marítima (PM) resgatou 48 emigrantes, de uma embarcação cheia de água e com o motor avariado, no meio da travessia entre a Turquia e a Ilha Grega de Lesbos.

​Face ao agravamento do estado do mar durante a operação de salvamento, a equipa da PM tentou rapidamente resgatar todos os emigrantes, tentando manter a calma e fazendo cumprir as regras de segurança fundamentais para o salvamento de todos.

Os emigrantes estavam em pânico dentro da embarcação que, por estar cheia de água, rapidamente podia afundar-se. Não entendendo que todos seriam salvos pela equipa da PM e com o pavor, muitos acabaram por cair à água correndo riscos de entrarem em hipotermia face às baixas temperaturas que já se fazem sentir na Ilha de Lesbos.

No total foram resgatadas dezasseis crianças, sete mulheres e 25 homens, os quais foram colocados a bordo da lancha TEJO, e a quem foram distribuídas águas e mantas térmicas, sendo posteriormente transportados para o porto de Molyvos.

O bote onde seguiam os emigrantes foi também rebocado uma vez que os seus pertences se encontravam no seu interior e por poder constituir-se como um perigo à navegação caso fosse abandonado naquele local.

Até ao momento a equipa da PM já resgatou, em segurança, cerca de 1500 emigrantes e refugiados.

A missão da PM tem como objetivo cooperar no controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas e no combate ao crime transfronteiriço, no mar Egeu, e termina no dia 30 de setembro de 2016.

NO MAR, MAIS ALÉM, POR BEM.

​Veja o vídeo do resgate