MEDIA CENTER

Polícia Marítima resgata 32 emigrantes de embarcação sem motor e apoia mulher em hipotermia na Grécia

13 DEZ 2015 17:12

A equipa da Polícia Marítima (PM) que está integrada na missão POSEIDON SEA, desde o dia 1 de outubro, resgatou 32 emigrantes, deixados à deriva por facilitadores, numa embarcação sem motor, no meio da travessia entre a Turquia e a Ilha Grega de Lesbos.

​A equipa da PM tentou manter a calma e fazer cumprir as regras de segurança essenciais para o salvamento de todos. Os emigrantes, que tinham sido abandonados, agradeciam emocionados o facto da equipa portuguesa os estar a resgatar.

Pelo frio que apresentavam, os emigrantes já se encontravam no mar há mais de duas horas, tendo uma mulher, com cerca de 25 anos, entrado em hipotermia. A equipa da PM envolveu-a em mantas térmicas e administrou-lhe oxigenoterapia, enquanto monitorizava os valores de oxigénio no sangue e os batimentos cardíacos. A vítima chegou a perder a consciência várias vezes mas à chegada ao porto de Skala Sikaminea, para onde foi transportada o mais rapidamente possível, já apresentava algumas melhoras.

No porto já se encontravam médicos de Organizações Não Governamentais que foram chamados pela equipa da PM, via rádio, durante o percurso.

No total foi resgatada uma criança, seis mulheres e 25 homens, a quem foram distribuídas águas e mantas térmicas. Um dos homens era já idoso e invisual.

A missão da PM tem como objetivo cooperar no controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas e no combate ao crime transfronteiriço, no mar Egeu, e termina no dia 30 de setembro de 2016.

NO MAR, MAIS ALÉM, POR BEM.

Veja o vídeo do resgate