MEDIA CENTER

Polícia Marítima em missão na Grécia resgata 55 emigrantes afegãos em pânico

9 DEZ 2015 17:12

A equipa da Polícia Marítima (PM) que está integrada na missão POSEIDON SEA, desde o dia 1 de outubro, resgatou 55 emigrantes afegãos em pânico, no meio da travessia entre a Turquia e a Ilha Grega de Lesbos. A embarcação estava a entrar com grandes dificuldades em águas territoriais gregas, encontrava-se com o motor avariado, sem propulsão e à deriva, sob influência das correntes marítimas.

​​Numa luta pela sobrevivência, geraram-se momentos de grande tensão entre os emigrantes uma vez que estes não conseguiam entender que a equipa Portuguesa da PM os iria salvar a todos nem conseguiam entender que era necessário manter a calma e cumprir as regras de segurança transmitidas.

A PM rapidamente colocou mulheres, crianças e idosos a bordo, os quais apresentavam sinais visíveis de grande cansaço.

Cerca de 40 emigrantes foram resgatados para o interior da embarcação TEJO e os restantes foram rebocados, em segurança, até ao porto de Skala Sikaminea. Durante o trajeto foram distribuídas mantas térmicas, águas e bolachas.

No total foram resgatadas 12 crianças e bebés, 10 mulheres e 33 homens. Uma das mulheres resgatadas tinha um braço partido mas foi prontamente assistida por médicos de Organizações Não Governamentais presentes no porto de Skala Sikaminea.

A missão da PM tem como objetivo cooperar no controlo e vigilância das fronteiras marítimas gregas e no combate ao crime transfronteiriço. A participação da PM na Operação Conjunta POSEIDON SEA 2015, no mar Egeu, termina no dia 30 de setembro de 2016.

NO MAR, MAIS ALÉM, POR BEM.

​Veja o vídeo​ do resgate