MEDIA CENTER

Polícia Marítima detém três facilitadores da imigração irregular na Grécia

16 OUT 2015 17:10

A Polícia Marítima (PM), após 16 dias de integração na operação POSEIDON SEA 2015, no Mar Egeu, deteve três facilitadores, já referenciados e considerados perigosos. A última detenção, ocorrida no passado dia 12 de outubro, mereceu um reconhecido agradecimento por parte das autoridades gregas.

​​Este reconhecimento foi demonstrado ontem, através de uma carta por parte do Comando da Guarda Costeira Grega (GCG) de Mitilini, enaltecendo o empenho demonstrado nas ações da equipa portuguesa. De referir que a detenção do terceiro facilitador decorre após o transporte de cerca de 300 pessoas entre a Turquia e a Grécia, sendo que, de acordo com informação recebida, o mesmo estava armado e teria já disparado tiros para o ar. No local, a equipa da PM não encontrou armas, porém, o homem, com cerca de 35 anos e nacionalidade turca, ofereceu resistência à detenção. Carta de agradecimento​

Das várias ações em que a equipa da PM foi empenhada, destaca-se ainda, no dia 15 de outubro, cerca das 11h00, o auxílio no resgate das vítimas de um naufrágio, junto ao porto de Molivos. Os sobreviventes foram resgatados no momento pela GCG, que já se encontrava no local, tendo a missão da PM sido direcionada para o resgate das vítimas que terão ficado presas no interior da embarcação. Assim, um Agente da equipa portuguesa, pertencente ao Grupo de Mergulho Forense, partiu o vidro da proa da cabine e recuperou, infelizmente sem vida, uma mulher, uma adolescente e dois bebés. 

Até ao final da segunda semana de missão POSEIDON SEA, no controlo das fronteiras no Mar Egeu, o balanço da participação da equipa portuguesa da PM é o seguinte:​

​​​​​​​​


Tradução da carta de agradecimento em português:

“Em nome da Guarda Costeira Grega/Autoridade Portuária de Mitilini gostaria de expressar a minha gratidão e o meu apreço pela valiosa e eficaz contribuição no incidente que ocorreu a 12/10/2015, durante a vossa patrulha no quadro da Operação POSEIDON SEA 2015, e cooperação com os meios costeiros gregos, interceção de uma embarcação e prisão de um facilitador turco que já havia desembarcado um grande número de imigrantes, em situação irregular, na ilha de Lesvos.

O sucesso desta ação demostra-nos o vosso elevado profissionalismo, determinação e capacidade integração no plano operacional conjunto da operação POSEIDON SEA 2015”.


NO MAR, MAIS ALÉM, POR BEM