MEDIA CENTER

Polícia Marítima deteta atividade de pesca com métodos ilegais em Peniche

4 JAN 2017 17:01

O Comando-local da Polícia Marítima de Peniche, no seguimento do esforço de vigilância e fiscalização das atividades da pesca exercidas no seu espaço marítimo de jurisdição desencadeou ontem, dia 3 de janeiro, entre as 06h00 e as 18h00, várias ações de fiscalização na faixa litoral, com o objetivo de repressão da atividade de pesca com artes e métodos de ilegais.

​Numa das ações de fiscalização foi apreendida e transportada para as instalações do Comando-local da Polícia Marítima, uma tela de rede mosquiteira ilegal, direcionada à captura de juvenis de enguias, vulgarmente conhecidas por meixão. A referida tela, de 25 metros de comprimento, encontrava-se no rio de S. Domingos, em Peniche. No local foi ainda detetada a presença de vários indivíduos, os quais ao se aperceberem da aproximação dos efetivos da Polícia Marítima colocaram-se em fuga. 

Numa outra ação de fiscalização, na zona de praia denominada Vale da Azenha, foram detetados em flagrante e identificados dois indivíduos que se dedicavam à atividade de pesca, utilizando o método de Papagaio. A arte de pesca em causa é denominada palangre-corrimão, à qual foi adaptada um papagaio, por forma a estender a arte para o mar. As artes de pesca e o papagaio foram recolhidos e apreendidos e os seus proprietários foram alvo do levantamento do Auto de Noticia por infração à Legislação que regula a atividade da pesca. Foi igualmente apreendido material usado na prática das infrações, assim como diverso material que servia para manufatura de novos papagaios e que se encontravam na posse dos indivíduos identificados.

Das infrações detetadas serão instaurados os respetivos processos de contraordenação. ​



​​