MEDIA CENTER

Polícia Marítima investiga e apoia resolução de focos de poluição no rio Sado

8 DEZ 2016 13:12

A Polícia Marítima do Comando-local de Setúbal investigou ontem, dia 7 de dezembro, duas situações de poluição verificadas no rio Sado.

​A primeira mancha de poluição foi conhecida pelas 09h00, quando o VTS de Setúbal passou informação à Polícia Marítima (PM) de que junto ao cais da SAPEC, na margem direita do Sado, se visualizava uma mancha de poluição, situação esta que havia sido relatada pelo navio SICHEM LILY, que se encontrava em manobras de atracação no referido cais. A PM deslocou-se de imediato para o local, identificou a fonte poluidora e tomou as medidas cautelares e de polícia necessárias. A fuga foi controlada e o hidrocarboneto que passou para rio, por ser em reduzida quantidade, dissolveu-se.

Cerca das 11h00, a PM recebeu uma comunicação anónima, informando que se encontrava uma mancha de poluição no interior da Marina de Troia.  De imediato deslocou-se ao local, identificando a fonte poluidora. Igualmente à situação anterior foram tomadas as medidas cautelares e de polícia. 

Para a limpeza da poluição provocada pelo hidrocarboneto derramado, a Marina de Troia contratou a empresa “Ecopatrol”, que colocou barreiras de proteção. Os trabalhos estão em curso, encontrando-se na água material absorvente, que ficará colocado até segunda-feira. ​