MEDIA CENTER

Exercício de Salvamento Marítimo na barra da Figueira da Foz

14 SET 2016 09:09

A Capitania do Porto da Figueira da Foz irá desenvolver hoje, dia 14 de setembro, pelas 14h30, um exercício de salvamento marítimo, que consistirá na condução de uma operação de salvamento na barra da Figueira da Foz, através da simulação de um incidente numa embarcação de recreio que se virou sob condições de mar adversas na entrada do porto. Pretende-se com este exercício, validar o Plano de Emergência de Salvamento para a barra do porto da Figueira da Foz e consolidar procedimentos de operação, verificando oportunidades de melhoria e, em particular, treinar a articulação entre os agentes de proteção civil.

Como Comandante das Operações de Socorro, o Capitão do Porto da Figueira da Foz irá coordenar toda a operação, desencadeada de acordo com o seguinte cenário:

Durante a tarde do dia 14 de Setembro de 2016, pelas 12h00, é recebido na Capitania do Porto da Figueira da Foz, o boletim meteorológico proveniente do IPMA, o qual prevê o agravamento da agitação marítima na zona centro do país a partir das 14h00, com vagas de NW com 3 a 4 metros de altura, vento forte de Norte (Força 07 - 28 nós), criando forte rebentação na entrada da barra da Figueira da Foz.

Em consequência disso, o Capitão do Porto da Figueira da Foz, (ouvida a Autoridade Portuária), por razões de segurança, ordenou o condicionamento da Barra a embarcações e navios com comprimento inferior a 35 metros a partir das 14h30, promulgando o respetivo aviso à navegação em VHF – canal 16 (banda marítima).

Pelas 15h00, o sistema de radar e vigilância “Costa Segura”, deteta um contacto radar de uma embarcação de recreio a dirigir-se para a entrada da barra. De imediato, a Polícia Marítima tenta estabelecer comunicações via VHF com a embarcação, conseguindo falar com o skipper, informando-o que a barra se encontrava condicionada e que se devia afastar da zona por ser extremamente perigoso tentar entrar com aquelas condições.

Entretanto, a embarcação de recreio, com 4 tripulantes a bordo, já muito perto da entrada da barra, sofre um golpe de mar e vira-se. Através da câmara de vigilância do radar “Costa Segura”, consegue-se perceber que dois dos tripulantes teriam sido projetados para fora da embarcação, sendo arrastados pela corrente para a zona da rebentação, perto do molhe exterior Sul, enquanto um permanecia em cima do casco da própria embarcação, gesticulando socorro com os braços. Outro dos tripulantes conseguira entrar para dentro da balsa salva-vidas. Todos eles envergavam o colete salva-vidas.

De imediato, o Piquete da Polícia Marítima (PM) informou o Capitão do Porto e Comandante-local da Polícia Marítima da ocorrência, o qual ativou o Plano de Emergência de Salvamento da Barra, tendo direcionado para o local todos os meios de socorro disponíveis.

Esta iniciativa insere-se numa estratégia da Autoridade Marítima Nacional de rever o planeamento de emergência em todas as Capitanias dos Portos, associado ao risco acrescido de acidentes marítimos no período de outono e inverno, face às condições meteorológicas prevalecentes nessa época do ano. Tendo em conta o historial desses acidentes, as barras dos portos são locais com prevalência significativa deste tipo de ocorrências. Desta forma, têm vindo a ser desenvolvidos planos de emergência de salvamento para todas as barras.

No exercício serão empenhados meios humanos e materiais da Capitania do Porto, do Comando-local da Polícia Marítima e da Estação Salva-vidas do ISN da Figueira da Foz, bem como, do Comando Distrital de operações de Socorro (CDOS), dos Bombeiros Municipais da Figueira da Foz e da Polícia de Segurança Pública (PSP).

Nota à imprensa: Convidam-se todos os Órgãos de Comunicação Social a acompanhar o exercício de salvamento marítimo na barra do porto da Figueira da Foz.

O ponto de encontro será na Capitania do Porto da Figueira da Foz pelas 14h00, onde será feito um “briefing” antes da realização do exercício.